A Microsoft está sem Bill Gates. Quem sabe agora, aprenda a inovar

A Microsoft vai abrir parte dos APIs de seus produtos. Ou evolui, ou sai de cena. Mais uma vez cede ao óbvio. Já escrevi sobre isso. Clayton Christensen diz que as empresas líderes que se tornam reféns de grandes clientes, de grandes produtos e de grandes modelos de negócios não inovam e são banidas do mercado. Quem não inova perde o bonde da...